sábado, 12 de março de 2011

Boneca de Seda

Boneca De Seda

Com o coração manchado do sangue dos não-vivos...
A pequena começa a escrever...
Escrevia um poema de amor...
Para quem um dia devorasse seu coração...
Visse que sua alma lutara para se libertar...
Alguem um dia a achou.
Pegou-a e a jogou na lareira...lareira do esquecimento eterno...
Ela queimou..sem poder dizer a niguém...que um dia amou.



                                                            

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Me lembrou uma frase que uso muito: "I burn away"

    ResponderExcluir