sábado, 26 de fevereiro de 2011

Papillon...

Mórbido é o silêncio....
Escondido em um olhar...
Tristes os lábios choram...
Sem poder ouvir..
O vento assovia frio...
E cortante vem....dando o último aviso.
Ouvindo mentiras...
Contadas sem dor...
Na ignorância do ser-humano...
Não se sabe se é amor...
Impossíveis prazeres mundanos...
Entre choros, gritos e risos...
Felizes, tristes... e amedrontados...
Correm com medo...da sombra...
Loucos...sentem as unhas cortando...
A pele sofrida...sangrando entre...
Flores...banhadas em carne viva.

3 comentários:

  1. O melhor Blog de poesias Goticas que eu já vii *--*

    ResponderExcluir
  2. Pelo amor de qualquer coisa que você acredite! Amo o jeito que você transforma o ambiente terno em lúgubre. Você brinca com as palavras.

    ResponderExcluir